Published On: sex, set 27th, 2019

A Lei da Mordaça e o Coronelismo impera em Almirante Tamandaré

Share This
Tags

O vereador Polaco deixa bem claro que não ira se calar. Continuará apurando e denunciando na Tribuna da Câmara podendo afirmar que não são poucos os atos ilícitos praticados, a iniciar pelas multas no uso indevido de veículos públicos, relatórios fraudados e fortes indícios de irregularidades contratuais.

Prova disso, foi a exoneração do assessor parlamentar Fabio Ribeiro, jornalista, cargo de confiança e braço direito do vereador Polaco no exercício de seu mandato e trabalhos internos e externos. A demissão partiu do Presidente da Câmara Municipal João Marcelo Bini, que aplicou de forma arbitrária a suja política para tentar calar quem se opõe aos meios sórdidos praticados. O Vereador Polaco considera como retaliações e perseguição política, a exoneração, que ocorreu um dia após as denúncias de corrupção, que o Vereador levou ao conhecimento do Ministério Público, Gaeco, DCCO (Delegacia de Combate à Corrupção), e a imprensa. Também relatando agressão e ameaças sofridas registrada em B.O

“Continuarei honrando o meu compromisso com todos os munícipes da nossa cidade” afirmou o Vereador Polaco.

Que justiça prevaleça e apesar de lenta venha punir os “responsáveis” por saquear cofres públicos.

Ressaltou ainda “que o meu assessor tem as qualificações e exigências recomendadas para ocupar o cargo. É jornalista diplomado e pós-graduado na área de comunicação. Além disso, nunca faltou um dia de trabalho e cumpria os horários, diferentemente de muitos cargos fantasmas, que foram apurados após denúncias” finalizou o edil.

Nenhuma descrição de foto disponível.