Published On: sáb, fev 2nd, 2019

Almirante Tamandaré dá orientações sobre cuidados com escorpiões

Share This
Tags

Adaptados ao ambiente urbano, os escorpiões se proliferam e picam cada vez mais. De acordo com o Ministério da Saúde, o número de mortes por picadas saltou de 13 para 124 de 2000 a 2016. Os escorpiões são pequenos, entre 10 e 12 cm, discretos,noturnos e tímidos. Eles preferem se esconder em lugares escuros e úmidos como pilhas de entulhos, frestas em casas, roupas e calçados. Eles são aracnídeos.São mais de 2 mil espécies no Mundo e 130 no Brasil, das quais apenas quatro são responsáveis pela maior parte dos ataques a humanos no País.

Almirante Tamandaré tem alguns pontos onde se encontram escorpiões.  A região do Monte Santo tem sido a que tem tido as maiores ocorrências. No ano de 2018 foram registrados 49 acidentes com escorpiões de moradores do Município. Nenhum caso grave. Duas espécies são as mais encontradas aqui: Tityus costatus – com tamanho médio de 6cm, possui 3 faixas escuras na parte superior do tronco e Bothriurus sp – escorpião preto,podendo atingir até 4cm. O veneno dele não é muito tóxico. Também foram encontradas algumas unidades da espécieTityusserrulatus – que é a que traz maior preocupação para a vigilância em saúde porque o veneno é altamente tóxico e pode levar a morte.

Prevenção – Para evitar contato com escorpiões e o consequente risco de picadas, o recomendável é manter estes animais longe das residências. Para isso, deve-se evitar o acúmulo de lixo e mantê-lo bem armazenado e fechado, além de vedar ralos,frestas, soleiras de portas, afastar as camas das paredes e evitar que cobertas, lençóis e colchas encostem no chão, porque eles podem subir por elas.Depois que ocorre a picada, a solução é o soro contra o veneno, que neutraliza sua ação.