Published On: qui, nov 23rd, 2017

Crianças foram batizadas em oficina de capoeira

Share This
Tags

Batismo foi durante evento realizado no Centro da Juventude (CJ)

Capoeiristas de várias regiões participaram da Oficina e do Festival Cultural de Capoeira, no Centro da Juventude (CJ). O evento contou com a presença de 80 alunos das escolas municipais Alvorada, Alvarenga Peixoto e Coronel João Cândido de Oliveira que receberam lá o batizado. Os alunos participam do Projeto Novo Mais Educação – que tem como objetivo melhorar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática por meio da ampliação da jornada com carga horária de 5 ou 15 horas semanais no turno e no contraturno.

O professor Everson da Silva Bueno, conhecido como “Mestre Fio”, tem dado aulas de capoeira uma vez por semana para alunos das escolas Alvorada, Jardim Graziela, Coronel João Cândido de Oliveira e Alvarenga Peixoto. O programa tem duração de dez meses. “Ajuda em tudo. Trabalhamos a psicomotricidade, a musicalidade, conseguimos trabalhar na desenvoltura de crianças tímidas, além de ajudarmos a contextualizar a capoeira na cultura nacional brasileira e na história do Brasil”, disse Mestre Fio – que foi nomeado no evento como diretor cultural da Federação Paranaense de Capoeira.

Para o Mestre Ray, coordenador do evento, a capoeira é fundamental para formar um cidadão íntegro e que saiba agir com ética nas relações pessoais e interpessoais. “Além disso, queremos divulgar a capoeira como arte e como música”, ponderou ele. Durante o evento, o Mestrando Gavial, de São Paulo, lançou em Almirante Tamandaré o CD Segredos – que coroa 30 anos de trabalho dele na capoeira.