Published On: ter, jun 26th, 2018

Polícia Civil prende jovem de alta periculosidade em Almirante Tamandaré

Share This
Tags

Um rapaz, de 22 anos, considerado de alta periculosidade, suspeito de diversos crimes, além de assombrar a vida dos moradores de Almirante Tamandaré, foi preso por policiais civis na última semana, no bairro Juruqui, limite de Almirante Tamandaré e Curitiba. O suspeito tinha um mandado de prisão em aberto por uma tentativa de homicídio.

Segundo informações da polícia, as investigações se intensificaram no último mês, após o depoimento de uma das vítimas, que foi alvejada por diversos disparos de arma de fogo em 21 de abril de 2018. A motivação seria pela briga pelo tráfico e divisão de valores. Apesar dos graves ferimentos o rapaz de 20 anos sobreviveu e reconheceu o rapaz por meio de fotografias como sendo o suspeito dos disparos.

“No final de maio, a polícia identificou um triplo homicídio ocorrido em 17/11/2017, onde ele também é suspeito. Segundo os processos, o investigado participou da chacina, relacionada pela disputa de um ponto de venda de drogas. Três pessoas morreram e uma mulher ficou gravemente uma mulher. Testemunhas reconheceram o homem como coautor, juntamente com outros três suspeitos”, esclarece o delegado-titular da Delegacia de Almirante Tamandaré, Tito Livio Barichello.

Apesar da pouca idade a polícia confirmou efetivamente com testemunhas, cinco roubos a mão armada e mais três com suspeitas sérias. Nos boletins de ocorrência, foi possível apurar roubos ocorridos recentemente e também no início e no final de 2017. Em todos os casos as vítimas relataram reconhecer o investigado como suspeito dos delitos, com 100% de precisão.

Nos depoimentos as vítimas relataram que o rapaz agia com extrema violência. Em um dos caso efetuou disparos de arma de fogo no chão, sem qualquer reação da vítima e em outros casos, mandando as vítimas deitarem no chão juntamente com seu filhos (crianças), para efetuar o delito.

“Cabe esclarecer que a equipe de investigação passou uma semana no encalço do investigado, uma vez que ele sempre andava por locais incertos. Um pouco antes de sua prisão a equipe presenciou a mãe do jovem ligando para sua advogada, bem como neste ato a advogada sugeriu que o investigado fugisse”, revela.

Ainda de acordo com o delegado, a equipe cruzou com o suspeito em uma via pública e ele ainda tentou fugir em alta velocidade por um trecho de aproximadamente três quilômetros, colocando em risco a integridade das pessoas que transitavam, porém não teve exito na fuga e foi preso.

“Com essa extensa ficha criminal nos permite concluir que se trata se indivíduo muito perigoso e parecia estar certo de sua impunidade, uma vez que na maior parte dos delitos ocorreu durante o dia e o investigado ainda estava de ‘’cara lima‘’, praticando os delitos na região em que reside, além de ser conhecido”, finaliza Barichello.

O jovem foi autuado pelo crime de tentativa de homicídio. Se condenado, poderá pegar até 20 anos de reclusão. Com sua prisão a polícia acredita que outras vitimas devam procurar a delegacia, e assim, concluir os outros casos que o jovem é suspeito. Ele aguarda à disposição da Justiça.

Fonte: Adel José Winkert