Published On: sex, mar 22nd, 2019

Prefeitura acompanha situação de moradores da linha férrea

Share This
Tags

Cerca de 630 famílias que moram próximas a uma linha férrea em Almirante Tamandaré podem ter que deixar o local por uma determinação judicial. A área, que pertence a União, tem reintegração de posse definida pela Justiça. A empresa Rumo, que possui a concessão para explorar o serviço de transporte, entrou comum a ação pedindo a reintegração. Preocupada com o processo judicial, a Prefeitura Municipal realizou nesta segunda-feira (18) uma reunião com representantes de todos os setores interessados para acompanhamento.

“Esta é uma demanda judicial e queremos acompanhar de perto”, informou o prefeito Gerson Colodel. Todos os vereadores também estão fiscalizando o processo. Eles foram convidados para a reunião. Os que não compareceram, justificaram a ausência, mas se solidarizaram.

O Município tem dado atendimento às famílias. A ação social tem dado amparo social – educação, auxílio de saúde e inclusão no cadastro da habitação e da ação social. As famílias de baixa renda foram inseridas no Cadastro Único para recebimento de benefícios previstos em leis. A empresa Rumo informou por meio de nota que pediu a reintegração de posse por conta de uma obrigação legal e contratual de preservar a faixa,que é de domínio da União. “Estamos orientando as famílias para que procurem a Defensoria da União e busquem se defender no processo”, informou Pedro Henrique Val Feitosa, secretário municipal de Assuntos Jurídicos.