Published On: seg, ago 7th, 2017

Programa `Trate bem a Rede´ chega a Tamandaré

Share This
Tags

Sanepar e Femoclam querem melhorias para o meio ambiente e recursos para associações de moradores

A Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) lançou nesta sexta-feira (04) em Almirante Tamandaré a campanha “Trate Bem a Rede”. A ideia é fazer com que instituições, associações de moradores e entidades de classe incentivem os moradores a coletar o óleo de cozinha – evitando que contamine a rede de água. A Prefeitura Municipal encampou a ideia e deverá produzir materiais educativos. “Cada litro de óleo que cai no ralo da pia da dona de casa contamina 20 mil litros de água. A conscientização é o primeiro passo para evitarmos a degradação do nosso meio ambiente. Ainda mais Almirante Tamandaré – que tem 85% do solo em cima de águas minerais, no Aqüífero de Karst”, exemplificou o prefeito Gerson Colodel.

A reunião, que teve formato de audiência pública (com a participação e perguntas feitas pela população presente), contou com a presença de representantes de Associações de Moradores. O presidente da Federação Comunitária das Associações de Moradores de Curitiba e Região Metropolitana (Femoclam), Nilson Elísio Pere
ira, enfatizou que para as associações de moradores a venda do óleo de cozinha captado pela comunidade é uma forma de conseguir recursos. “Hoje um litro pode ser vendido por R$ 1,60. Se houver uma conscientização popular, cada associação terá recursos próprios”, disse Nilson Pereira.

A campanha faz parte de um grande programa socioambiental da Sanepar que reúne todos os projetos voltados para a conservação e a manutenção adequada da rede de esgoto de todo o Paraná. O palestrante e integrante do setor de Relações com a Comunidade da Sanepar, Diogo Muniz, reforçou o caráter educativo e de conscientização. “Estamos trabalhando a questão da educação ambiental com várias entidades, como órgãos federais, estaduais e municipais, além da sociedade civil organizada, para que as famílias venham a descartar corretamente o óleo de cozinha que hoje é jogado diretamente na pia, comprometendo toda a rede de tubulação e gerando transtornos e prejuízos, inclusive financeiros, para a população e para a Sanepar”, afirmou ele.

Presenças– Estiveram presentes na reunião: Roberval Biscaia, representando o presidente da Sanepar Mounir Chaowiche; os vereadores Amarildo Portes, Dete Pavoni e Tiriva; ex-prefeito Natal Colodel; o delegado aposentado Robson Barreto; os secretários municipais Deise Carvalho (Administração e Previdência), Jocélia Alves Fonseca (Família, Juventude, Esporte e Lazer) e Aristides Gustavo Machado (Ouvidoria e Assuntos Estratégicos); Jonas de Freitas Lacerda, tradicional “Gaúcho”, presidente da Associação de Moradores da Vila Marta; José Barbosa, da ABBA Solidária; Ivone Ribeiro de Carvalho, da Associação de Moradores do Jardim Dona Luiza e Bonfim; Roseli Martins, da Associação da Vila Grécia; Vanilda e Fernanda Araújo, da Associação de Moradores de Tranqueira.