Published On: sáb, abr 14th, 2018

Temer demonstra preocupação com a situação de conflito na Síria

Share This
Tags

1 a michelO presidente Michel Temer afirmou neste sábado (14) na 8ª Cúpula das Américas, em Lima, no Peru, que o Brasil tem “profunda preocupação” sobre a escalada da violência na Síria. O presidente condenou o uso de armas químicas e disse que é “urgente” que todos os envolvidos se unam para cessar “tanto sofrimento”, defendendo solução baseada no direito internacional.

“Eu quero manifestar a profunda preocupação do nosso país com a escalada do conflito militar na Síria. Já é, pensamos nós, passada a hora de se encontrarem soluções duradouras, baseadas no direito internacional, para uma guerra que se estende há tempos demais, e um custo humano elevado também demais”, disse Temer durante discurso na cúpula.

Temer condenou, ainda, o uso de armas químicas e nucleares. “Condenamos, naturalmente, o uso de armas químicas, que é inaceitável. Essa é uma tese pregada, divulgada no nosso país há muito tempo. Mesmo a utilização de armas nucleares, de energia nuclear, no nosso caso não é proibida apenas pela ação do governo, mas é um caso de estado, já que está escrito na Constituição que armas nucleares e experiências nucleares apenas para fins pacíficos”, afirmou o presidente.

Na madrugada deste sábado (14), a Síria foi alvo de bombardeio conduzido pelos Estados Unidos, França e Reino Unido a locais supostamente relacionados a armas químicas.

A ação foi anunciada na noite desta sexta-feira (13) pelo presidente norte-americano Donald Trump, em resposta ao suposto ataque químico contra a cidade de Duma no dia 7 de abril. Governo sírio negou uso de armas químicas.